HOSPEDADO NA TASK - Hospedagem de sites e e-mail Registro de domínios Servidor virtual Hospedagem de servidor

Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim Voltar ao poema original      


Sem Planos

Eu não tenho planos pro meu futuro.
Eu não tenho as ambições que eu deveria ter.
O que eu vou ser?
Como é que eu vou acabar?
Eu não me importo, eu realmente não me importo.
Eu só quero sair daqui,
eu quero respirar.
Eu não estou preocupado com segurança,
eu só me pergunto por que não estou fazendo as coisas que eu realmente quero?
Mais uma vez, eu estou aqui vendendo o meu tempo por dinheiro.
Mais uma vez, eu quero bater minha cabeça contra estas paredes,
eu quero quebrar, eu quero sangrar...
Pra me purificar, pra me libertar.
O que estou fazendo?
É a minha vida, minha única vida, minha única vez,
eu não posso gastá-la com besteiras capitalistas como estas.
Eu não sou mais jovem.
Se eu não fizer meus sonhos se realizarem agora,
quando é que eu vou fazer?
Onde há vontade deveria haver um caminho, certo?
Sou eu,
é a minha cabeça que está doendo.
É o meu coração que ainda está batendo com sua esperança incurável.
Eu não acredito em promessa alguma,
eu não acredito em nenhum tipo de conforto.
Eu não acredito em planos pro futuro,
eu só acredito na minha vontade,
e eu vou dar o melhor de mim pra torná-la real.
Eu não tenho planos pro meu futuro,
além do quê, eu não tenho medo dele.


(Júlio B.)