Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim Voltar ao poema original      


Manhã Assoladora

Dormindo demais,
sonhando acordado,
vivendo na lua,
e todos os outros escapismos possíveis.

Esperando demais,
olhando longe,
não vivendo,
e sempre matando tempo com nada.

Negligenciando,
mas suplicando,
acreditando,
em todos os caminhos possíveis pra fora daqui.


(Júlio B.)
www.000webhost.com