Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


O Sonho Mais Doce

Somaram-se noites exaustivas e dias cheios.
Embolaram-se fins e meios.
O sono eu nem lembro se foi embalado por um céu azul ou estrelado.
Não faz muita diferença se você pensar direito,
é sono do mesmo jeito.

Só que o sonho deste sono me causou estranho efeito:
foi um sonho bom e me fez ter boa noção do que é felicidade.
E despertou minha vontade.
Não foi perfeito, mas também não foi cruel.
Não houve bruxas, nem Papai Noel.
Não foi Hollywood, muito menos um filme b.

Foi exatamente como uma relação que poderia ser...
Foi sabor real.
E me fez sentir tão bem.
Deixou-me excitado também.
Se foi apenas no sonho ou se extravasou para a realidade...
Ah, sabe-se lá!

Mas, à mesa, o sorriso era desejo.
Antes da resposta, o beijo.
O lance inicial, esse nem foi meu.
O impossível, aconteceu.
A fonte era límpida.
A reprovação era tímida.
Os conservadores é que eram minoria.
Ah! Quanta diferença da realidade!
Quem sabe um dia?

O detalhe ainda estava lá, tão evidente quanto poderia.
As velhas barreiras também, mas eu possuía meios para lutar.
Quase sempre só isso me bastaria.
O nexo não, o nexo não estava lá.
E nem sexo houve.
Se foi bom ser feliz pelo menos por lá?
Imagino que sim.
De qualquer forma, era como se fosse.
Foi o sonho mais doce.


(Júlio B.)
www.000webhost.com