Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


O Cara Ali Sozinho (Como Me Encontrar)

Eu sou o cara mais solitário dos lugares em que estou.
Não importa o que eu faça ou o quão arduamente eu tente,
não adianta nem mesmo se eu sair com um monte de gente:
acabo sempre me tendo como única companhia no fim.

Eu sou o cara mais solitário das festas às quais vou.
É fácil me encontrar recolhido em algum canto escuro,
calado e pensativo, desejando que seja melhor o futuro,
escrevendo em guardanapos versos de solidão sem fim.

Eu sou o fã mais solitário de um artista em seu show.
Ouço sozinho as canções que não sabem que eu existo,
fecho os olhos pra cantá-las, os olhos que têm visto
toda a vida que têm passado em branco diante de mim.

Eu sou o cara que vive falando sozinho, que endoidou...
Não! Por favor, não é loucura, é pura falta de opção.
Às vezes, dura um sorriso, mas a maioria das vezes não.
Continuo invariavelmente sozinho seja qual for o fim.

Eu sou o torcedor que vibra sozinho quando o time faz gol.
Sozinho em todas as salas, no quarto, à mesa, no banheiro,
sozinho nas festas, sozinho da silva, de janeiro a janeiro.
Sozinho em qualquer cidade, casa, apartamento, camarim.

Eu sou o cinéfilo mais solitário dos cinemas que eu vou.
Vejo filmes sem beijo e a cadeira ao lado sempre vazia.
A solidão dói tanto que muitas vezes ela até anestesia
a dor da ausência de toda e qualquer flor em meu jardim.

Eu sou o cara mais solitário que você jamais encontrou.
Mas se você quiser me encontrar, não se faça de rogado,
basta procurar pelo cara que nunca está acompanhado.
Sou o mais solitário até na convenção dos solitários, sou sim.


(Júlio B.)
www.000webhost.com