Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Urgente!

Nada aqui parece definitivo.
Em minha cabeça, fica a sensação de que nada deveria ser assim.
O desânimo pesa.
O cansaço desanima.
O corpo pede uma injeção de adrenalina!
Urgente!

Queria estar em outro lugar.
Queria gastar meu tempo com outras coisas.
Queria ser mais poesia.
Queria não ser absorvido pelo passar das horas.
Sinto que é hora de mudança novamente!
Urgente!

Tudo aqui parece me desconcentrar.
Não consigo me focar no que preciso.
Tudo me desvia.
Por isso, tenho de sair daqui.
Queria não estar preso.
Quero libertar minha mente!
Urgente!

Busco, busco, busco, e ainda há tanto a buscar.
Sei que não vou parar.
Mas meu corpo se cansa.
Minha mente se cansa.
Só esse desejo ardente de me sentir bem é que não cessa.
A urgência de tudo isso me apressa.
A urgência sou eu.


(Júlio B.)
www.000webhost.com