Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Mais Um Degrau (Em Direção Ao Que Desejo Para Mim)

E agora sinto como se fosse o mais capaz dos homens.
E vou encarar de cara limpa as consequências.
Está tudo bem, é só mais um passo.
Mudança, diferença, tentativa,
estas são palavras que me acompanham desde o início.

Mais um degrau foi vencido.
Eu com meu objetivo mais parecido.
Um degrau importante, há de ser dito.
Alto e ousado, esclarecido.

Ainda é vertigem o que era um sonho,
ainda não me acostumei com a altura,
mas é só questão de tempo.
E agora eu tenho um tempo pra mim
(como eu quis um dia dizer isso!).

Olho pela janela e vejo nuvens,
prédios, ruas, árvores, pessoas, desejos.
O que mais eu poderia querer de uma cidade?

Olho para o espelho e vejo o antigo desejo reprimido transformado.
Melhorado, para os sentidos que importam.
Então, agradeço a mim mesmo pela ousadia,
e ao garoto sideral por catalisar tal reação.
Era um dos meus desejos mais verdadeiros e mais antigos...

Se a natureza não foi boa comigo, agora, eu dou os meus jeitos.


(Júlio B.)
www.000webhost.com