Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Dualidade De Volta À Cidade

Quase a metade,
na verdade, me entregaria por inteiro.
Andaria por aí numa boa, sem roteiro,
sem paradeiro.
Pararia tudo por um desejo...
E o que vejo:
minhas vontades partidas ao meio.
Sei que não sou feio,
mas tenho lá meus defeitos.
Tenho refeito muitas soluções temporárias que criei para sobreviver.
Querer continuar é um instinto vital.
Querer continuar sempre melhorando é um enorme capricho.
Querer ficar também é respeitável.
Dividido entre vidas e cidades, penso que estou feliz.
Ouvindo tais canções, sei que estou feliz.


(Júlio B.)
www.000webhost.com