Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Sem Direção (Rumo Ao Ímpeto)

Viro à direita.
Sigo direto tendo em vista explodir a ordem, a rotina e todo meu comodismo.

Erro e acerto num balanço homeostático.
Tento e tento e tento...
Às vezes, canso.
Descanso e tento de novo.

Não durmo direito.
Basta um pensamento impetuoso e meu sono se perde na eletricidade do ar.
Ideias se cruzam em minha cabeça, nem sempre cordiais.
E o tempo é bem mais longo entre o pôr e o nascer do sol.

Sigo torto.
Às vezes, reto.
Sou de ímpeto.
Oblíquo nas coisas mais simples.

Viro à direita.
Qualquer esquina desse mundo tão grande.
Giro em torno de mim mesmo.

Vivo minha vida como consigo...
Uma espera tão intensa.
Sigo em círculos uma vida que parece ainda não ter começado.


(Júlio B.)
www.000webhost.com