Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Lembranças De Todos Os Lados

Lembro de quando escrevia coisas complexas,
procurando na complexidade do sentido a beleza,
sem ao menos perceber que a beleza já era escrever.
E lembro do garoto inseguro em busca de auto-afirmação,
sem ao menos notar quão firme era.

E percebo agora que cada passo é mais certeiro
e entendo que a minha mesma dor de sempre não é a maior dor do mundo.
Já nem me desespero.

Lembro-me de mim aos prantos indagando aos céus,
sem ao menos saber que nunca existiriam respostas
para as perguntas que causavam os lágrimas.
E agora já nem pergunto mais.
Penso que sempre vou lutar pelo que desejo,
dentro ou fora das possibilidades.

Lembro-me de quando não tinha nada (e tentei).
Lembro-me de quando roubei (e tentei).
Lembro-me de quando perdi (e tentei).
Lembro-me de quando já tinha muito (e tentei).
Lembro-me de agora e sei que o tempo todo eu tentei ser feliz (e tentei mesmo).

As dificuldades sempre foram obstáculos, mas nunca o fim da linha.
Para um artista, apenas a matéria-prima basta...
A matéria-prima tão rara para a obra-prima mais bela.


(Júlio B.)
www.000webhost.com