Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Perdido

Por vezes, encontrado em mim mesmo, mas sem direção.
Por vezes, perdido, mas movido por meu coração.
Por vezes, indecisão.
Na maioria das vezes, solidão.
E novamente: frustração.

Desde sempre, proibido.
Desde sempre, perdido num mundo sem sentido.
Para sempre, por um instinto, movido.
Quase sempre, com o coração partido.
E novamente: um sentimento doído.

Por vezes, sabendo exatamente a direção,
na maioria, não.
Um labirinto a cada nova paixão.
Ideias às vezes boas, outras não.
E novamente: perdição.

Sigo assim, desencontrado.
Por esperança, desarmado.
Quase sempre, desolado.
Sem ter ninguém ao lado.
E novamente: caminho errado.

Não que seja essa minha opção,
essa é minha condição.
Pra fugir um pouco, às vezes, até crio uma ilusão,
outras não.
E novamente: solidão.

Às vezes, acho que sigo o caminho certo.
Às vezes, me encontro perdido num deserto.
Às vezes, vou com o coração aberto.
Por vezes, tento ser esperto.
E novamente: ninguém por perto.

Não desisto ao primeiro vento.
Perdido, mas determinado em meu intento.
São tantos os caminhos que enfrento.
Os que não existem, eu invento.
E novamente: eu tento.

Não acredito em fim pré-estabelecido.
Por vezes, sem saída, voei desimpedido.
Quando me alertaram do perigo, não dei ouvido.
Numa busca arriscada, assim tenho vivido.
E novamente: perdido.


(Júlio B.)
www.000webhost.com