Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Quando Eu Quis Continuar

Quando eu quis me matar, eu me matei.
Quando eu precisei voar, não sei como, eu voei.
Quando eu tive de me virar, de algum modo eu me virei.
Quando eu tive de inventar, um mundo à parte eu inventei.

Quando eu quis um caminho, eu procurei.
Quando eu me senti sozinho, foi assim que eu fiquei.
Quando eu quis um carinho, eu mesmo providenciei.
Quando eu me deparei com espinhos, em espinhos eu pisei.

Mas agora eu já não sei o que mais posso fazer,
não depende só de mim, nem depende de você.
Dizem que amor proibido é um grande clichê,
mas quem diz isso não está na nossa pele pra saber
o quanto é ruim querer estar com alguém e não poder.
Logo eu quem sempre achei que estava no poder.

Quando eu quis descansar, eu suspirei.
Quando eu quis sumir no ar, os olhos eu fechei.
Quando eu quis acreditar, o amor não foi clichê,
tão pouco foi sonhar,
foi quando eu quis continuar.


(Júlio B.)
www.000webhost.com