Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Livre, Após Dez Anos de Escravidão

Liberdade, eu sinto.
Eu grito, por dentro.
Alívio.
Nada mais daquilo que me prendia.
A mente já estava longe.
Agora o corpo também pode.
Livre.
Dá medo, é claro.
Após dez anos fazendo a mesma coisa,
um frio na barriga é inevitável.
Precisarei de um tempo pra me acostumar.
Mas era o que eu buscava.
Consciente ou inconscientemente.
Eu precisava.
E agora estou livre.
Aperto o botão do elevador pela última vez.
Acabou.


(Júlio B.)
www.000webhost.com