Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Desânimo

Estou tomado por um desânimo esmagador!
Tenho vontade de largar tudo e ir pra casa,
e me atirar em minha cama.
Estou cansado, esses dias me deixam assim.
Não sei até quando aguento...
Gosto de imaginar que vou sempre suportar,
mas sei que não sou de ferro.
Não quero mais essa vida que não é minha,
de obrigações acadêmicas e proletárias.
Quero ir de encontro aos meus instintos!
Sinto que perco algo importante a cada instante,
a cada dia que não tento ser feliz.
Não quero mais ficar aqui!
Quero fugir!
Quero desaparecer daqui.
Quero outras coisas para minha vida.
Eu sei o que eu quero,
só que não me dedico o suficiente,
pois gasto meu tempo e minha energia aqui,
envolto de computadores e burocracias,
e acabo por levar essa vida entediante.
Não quero viver assim mais não.
Dá um desânimo.
Um cansaço...
A vontade que tenho
é de me encolher em um canto e chorar,
é de me refugiar disso tudo,
dessas pessoas que buscam sonhos padrozinados,
desses afazeres que me cansam tanto.
Desse lugar que me esmaga.
Estou tomado por um cansaço ensurdecedor!
Estou envergonhado da minha idiotice de ainda estar aqui.
Não me importa ser rico,
diplomado, poderoso, famoso, o que for.
Eu sei o que quero e sei onde moram...
O que eu ainda estou fazendo aqui então?
É que o cotidiano tomou conta de mim
e foi crescendo como uma bola de neve,
e me deixou assim,
desanimado.


(Júlio B.)
www.000webhost.com