Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Um, Dois, Três, Quatro

Um, dois, três, quatro,
marque o compasso,
não perca o ritmo,
tempo é a chave,
o mistério,
e um, dois, três, quatro,
a mesma pulsação,
faça chuva ou faça sol,
a cadência é a mesma,
o balanço final.
Marque.
Um, dois, três, quatro,
conte os pulsos,
a vida não pára,
mantenha o ritmo,
não há muita liberdade aqui.
Um, dois, três, quatro,
quem dita o andamento é o maestro.
Apenas toque.
Conte.
Um, dois, três, quatro.
Quem é o maestro?


(Júlio B.)
www.000webhost.com