Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


O Chamado do Fundo do Poço

O fundo do poço nem parece tão fundo assim
quando vem o pânico da dor profunda
de pensar em nunca mais ter você.
Preferia enfrentar a Samara.
Prefiria nem pensar, porque dói tanto...
Mas não consigo,
o pensamento vem tão macabro
quanto a menina saindo da televisão.
A dor chega a sufocar, perco o ar...
o peito arde, aperta, encolhe,
e é melhor eu nem falar nada,
porque a voz vai embargar
e eu vou cair em lágrimas
à espera da sua voz num chamado pra sair.

O fundo do poço é um lugar terrível.
Quantas vezes você esteve nele
nestes últimos anos por minha causa?
As dores que te causei foram tão terríveis também?
Como eu posso me redimir?
Gravar uma fita e fazer alguém assistir?
Nunca mais mentir, nem omitir nada...?
Ser seu amigo e companheiro pelo restante da estrada?
Seria uma compensação?
Quatro anos de sofrimento por quarenta de dedicação?
Ou já é tarde demais?


(Júlio B.)
www.000webhost.com