Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Ao Lápis (Com o Qual Escrevi Meu Primeiro Poema)

Você era um parceiro e tanto
no ardor das tardes vazias.
Abrandava sempre o meu pranto
ao escrevê-lo em longas linhas

cheias de palavras e encanto
que a grafite em suas frias
entranhas tecia qual um manto
de ideias que antes eram minhas,

mas, como se fosse algo santo,
quando você as escrevia,
tornavam-se de todos quanto

as liam, não eram mais minhas.
E tamanho era o meu espanto
que assim eu o preferia.


(Júlio B.)
www.000webhost.com