Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Nada A Mais Do Que Me Basta

Não desejo nada além do que me basta,
só que eu não me satisfaço com pouco.
A colheita é escassa, a busca vasta,
e não desisto se me chamam de louco.

Atiro tanto quanto meu dorso enverga,
é o desejo quem ajusta a mira do arco.
Disparo flechas no que a fome enxerga,
nem sempre atinjo os alvos que marco.

E talvez possa acertar o que não vi,
mas se nada eu acertar, está tudo bem.
Tenho a aljava cheia pro tiro a seguir.

Do que me basta, não desejo nada além,
mas também, e é bom que se diga aqui,
nunca vou me acomodar com nada aquém.


(Júlio B.)
www.000webhost.com