Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Iminência Eminente

Imigra da imensidão,
imerge em mim.
Imã imaterial
e mãe imaculada
do imago infante,
imaturo e semi-mortal
que emana de mim.
Eminência imane
que emerge e emigra
imetódica, imodesta,
imedicável.
Imite-me o medo,
mas emite de mim
uma imagem imaginária.
Ih, imã imorigerado,
imitas a minha meta,
imolas minhas hemácias,
meus momentos, cada minuto,
mas não se manterás imune.
Imiscui-se em minhas memórias,
mas não podes me excluir de mim.
És imundo, e imérito,
e sua imisção imperdoável!
É iminente a sua implosão!
Imploda-se, exploda-se,
Foda-se.


(Júlio B.)
www.000webhost.com