Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Abril, o Mais Cruel dos Meses

Sangrando,
mas por dentro,
sonhando com morte,
morrendo,
mas por dentro,
antecipando as faltas,
encarando as quedas,
mas por dentro,
vivendo torto,
por que é como me encaixo,
por fora,
envelhecendo rápido,
porque Abril é o mais cruel dos meses.

Perdendo
o que sempre se soube ser perdido,
mas sofrendo,
porque perder é sempre doído.
Sangrando,
mais ainda por saber
que faço sangrar um outro coração.


(Júlio B.)
www.000webhost.com