Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Sapucaí

Tenho de sambar pra dar conta do recado,
pra pagar as contas, obter os honorários,
pra achar as vagas, cumprir itinerários,
pra marcar e chegar no horário marcado.

Tenho de arcar com todo custo e todo peso
dos desfiles de todas as alegorias,
da beleza de todas essas fantasias,
garantir que tudo chegará lá ileso.

E eu nem tenho vaga cativa na marquês,
faço o que faço por amor e devoção
a cada folião que se fez meu freguês.

E não acontece uma vez por ano não,
eu nem posso ficar parado, é todo mês,
se não acabo sambando, perdendo a vez.


(Júlio B.)
www.000webhost.com