Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


"Bizarre Love Triangle"

Bizarro triângulo amoroso,
título de tão bela canção,
seria menos ou mais doloroso
se fosse outra a narração?

E se fosse um outro lado
do triângulo (do impasse
misteriosamente narrado)
quem na letra nos falasse?

Se fosse a voz do dividido
(e não da pessoa que ama
alguém já comprometido),
como seria visto o drama?

Entre o eu-lírico original
e o tolo que diz sabedorias,
o que sentiria ele afinal?
Com quem será que ficaria?

Cada vez que ele pensasse
em algum dos dois, seria
como se lhe atravessasse
um tiro cheio de melancolia?

Diria ser problema seu o gás
dessa explosiva situação?
Não deixando uma vida pra trás
e entrando numa nova relação?

Contaria para a nova pessoa
os motivos pelos quais não
consegue terminar numa boa
e ficar livre da antiga união?

Será assim que tudo seria?
Será que alguém mais saberia?
Poderia dizer que a cada dia
mais a sua confusão cresceria?

Cada vez que os visse cair,
ele se ajoelharia e rezaria
à espera de um deles proferir
as palavras que ele não poderia?

Sentiria-se bem nesse enlace?
Sentiria-se como não deveria?
E, quando com um se deitasse,
no outro será que pensaria?

E, quando isso acontecesse,
saberia então o que dizer?
Ou desejaria o final desse
dilema que não sabe resolver?

Pediria que o tempo voltasse,
que tudo fosse como ontem?
Desejaria que tudo terminasse
antes que os dedos se apontem?

E como tudo ficaria depois?
Estaria certo do significado?
Estaria certo de que os dois
não duvidariam do seu lado?

A si mesmo, ele admitiria
que se machucasse alguém mais,
então, por bem, ele não veria
onde isso podia chegar jamais?

Bizarro triângulo amoroso,
nova ordem, divisão de alegria,
sendo assim tão doloroso,
porque é que eu sofreria?


(Júlio B.)
www.000webhost.com