Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Torto

Eu nasci torto,
mas nunca quis
me endireitar.

Fiz quase de tudo,
pra ser feliz,
mas sem me ajoelhar.

Entortei o mundo,
para que ele sim
pudesse me abrigar.

Deu trabalho,
demorou décadas,
mas consegui passar.

Eu envelheci ao contrário:
fui responsável muito cedo
e só tarde eu perdi o medo
de não mais ser ordinário.

Inconsequente muito tarde,
fui quase sempre solitário,
tanto que agora, no contrário,
até perco a mão, a alma arde.


(Júlio B.)
www.000webhost.com