Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim Traduzir Poema      


Idade Da Inconsequência

Quando você amadurece rápido demais,
queima etapas de inconsequência
que, cedo ou tarde, voltarão pra ajustar as contas.
Você pode reprimi-las, racionalizá-las,
tratá-las, ponderá-las
ou pode fazer como eu: abraçá-las,
caminhar lado a lado com a irresponsabilidade,
com o egoísmo, com as maluquices,
com as vontades, com as infantilidades.
Sou eu quem respondo por tudo mesmo.
E vai que dá certo?
E, se não der,
o que temos de tão valioso assim a perder
além do tempo que perdemos fazendo o que não queremos
por temer as consequência de irmos com muita sede ao pote?
A idade certa pra esses comportamentos já passou, eu sei,
mas certa de acordo com os prudentes, porque eu nem concordo.
Se não foi na hora que dizem aceitável,
será então agora.
Será a hora que for.
Quando a inconsequência bate à minha porta,
ou eu bato à porta dela,
quero mais é me lambuzar de mel.


(Júlio B.)
www.000webhost.com