Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Na Metade Da Vida (II)

Olho pra frente ainda cheio de vontade,
sei que já estou da metade, mas tudo bem,
pois sei também que já fui bem além do esperado,
mas não sou acomodado, bem, não tanto assim.
Por um lado, cansado da subida sofrida até aqui,
por outro, atiçado pela descida que ainda dura
a metade das estações até o fim.
E nessa transição de mim há um tanto de loucura,
nesse ponto bem-vinda, assumida, consciente,
quando o corpo e a mente seguem juntos adiante,
nesse instante suspenso em que se anulam
a força de vontade e a gravidade,
e nem subo, nem caio, sei que estou na metade.
E nesse instante flutuo no ar
e só o que consigo pensar é em aproveitar
tudo o que há no meio,
todas essa delícias de recreio.


(Júlio B.)
www.000webhost.com