Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Tantas Vidas Proibidas

Há tanta vida nas coisas que eu não posso ter.
Há tanta cor nos sorrisos que não posso beijar.
Há tantos beijos que não posso receber.
Há tanta graça nas coisas que eu adoraria ter.
Há tantas coisas que eu não posso ter.
Há tantos desejos que não podem respirar.
Há tantos suspiros que eu tenho de segurar.
Há tanta privação na vida que eu tenho de suportar.
Há tanta magia nos caimentos que não posso tocar.
Há tantos toques que não posso desfrutar.
Há tantos sabores que não posso degustar.
Há tanta felicidade nas vidas que não posso levar.
Há tantos sentimentos que eu tenho de reprimir.
Há tanta inocência no meu desejo que não pode existir.
Há tantas coisas que eu não posso viver.
Há tantos sonhos que não posso sonhar.
Há tanta pureza nas coisas que eu não posso pegar.
Há tanta beleza nos corpos que eu não posso abraçar.
Há tantos abraços que eu não posso receber.
Há tanta vida no mundo que eu não posso viver.
Há tanto amor nos sentimentos que eu não posso dar.

Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.

Há tanta vida em tudo o que eu não posso ter.
Há tanta vida nas pessoas que nunca vão me conhecer.
Há tantas vidas e não há nada que eu possa fazer.
Há tantas vidas no mundo lá fora...
Há tanta vida nas pessoas que eu não posso amar.


(Júlio B.)
www.000webhost.com