Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Tapa De Realidade

Esperança perdidamente apaixonada.
Paixão surreal.
Paixão na minha cabeça e não na minha cama.
Paixão em algum lugar inexistente.
Música em todo o ambiente.
Empolgação total.
Completamente esperançoso.
Ah, esta noite!
Ruas iluminadas,
noite quente, madrugada voraz.
Ruas quase desertas,
madrugada convidando a ter esperança.
Realidade fantasiosa.
Não poderia ser real,
mas a esperança fez parecer que sim.
Desejos reprimidos, imaginários.
Sonhos que reacenderam as brasas do machucado coração.
Fogo de paixão irreal,
completamente ilusório.
Mas a realidade veio à galope.
A verdade se mostrando.
O fim chegando cedo.
A paixão não existindo.
O sonho se acabando.
O fogo se apagando.
O coração sangrando.
Dói menos ficar sozinho
do que ficar com alguém que eu não desejo.
Cruel realidade.
Dor na esperança.
Desastre nos sentimentos.
Abismo de sofrimento.
Eu não tenho sorte,
eu não tenho chances,
eu não tenho amores,
eu não tenho nada.
Queria ter amor,
mas só vejo solidão pela frente.
Ainda estou me sentindo pra baixo.
Sei que vou me levantar, como sempre faço,
mas acontece que é muito ruim levar uma tapa de realidade.


(Júlio B.)
www.000webhost.com