Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Como Fazer do Tempo um Amigo?

O tempo sempre foi cruel comigo,
sempre brigou com a minha libido,
sempre negou o meu maior pedido
e agora preciso fazer dele um amigo.

Porque é o que me resta nesse caso,
o que pode reparar o estrago deixado
por um sorriso que me pegou desavisado
e fez de tudo que construí um atraso.

Só o tempo pode amolecer esse desejo,
seja a minha vontade cega de tê-lo
ou seja a repulsa dele ao meu zelo.
Seja esquecer ou ter de novo o beijo.

Só o tempo pode, eu já não posso.
Ele foi sempre contra o que gosto,
mas só que agora é nele que aposto,
agora que eu sou apenas destroço.

Porque eu não vejo outra fresta,
não vejo outra saída se não esta.
Quem sabe agora o tempo presta?
É o que me resta, o tempo que resta.


(Júlio B.)
www.000webhost.com