Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Praça Tiradentes

Sob os pés do homem com a corda no pescoço,
eu te esperei.
E foi doce ver você chegar.
Foi doce caminhar ao seu lado,
cruzar a cidade,
acreditar durante aqueles passos
que podia sim ser felicidade.

Acreditar é uma virtude
e não adianta me dizer o contrário.
Eu sei da forca que eu mesmo faço o laço e ato nó.
Eu sei do meu pescoço que eu coloco nela.
Eu sei e acho que vale a pena arriscar.

Só que, infelizmente,
dessa vez você puxou a base na qual eu me sustentava
e foi amargo o enforcar.


(Júlio B.)
www.000webhost.com