Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Quem Sabe Abre?

E parece que agora está tudo fechado,
acontece tem horas de ficar amuado.
Esvanece e vai embora todo o meu bom grado,
a dor cresce e vigora em meu peito calado.

Estou preso em mim, em minhas feridas,
em horas assim, não vejo saídas.
Mas, não, toda dor um dia finda!
Então, por favor, não vá ainda.

Eu sei, tudo bem, está fechado
meu peito dormente e cansado,
mas quem sabe, quem sabe...?
Quem sabe logo abre?


(Júlio B.)
www.000webhost.com