Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Prudente como um Carvalho

Prudente a sua resguarda
diante da minha carência.
O que o futuro nos guarda?
Até onde vai sua resiliência?

Eu me entreguei fácil demais.
Você, com o freio de mão puxado,
saiu da água quando não deu mais
e me deixou lá pra morrer afogado.

Mas eu não morri. Dê uma olhada!
Se você prestasse mais atenção
aos detalhes entre cada camada
de tudo que te dei sem hesitação,

veria que o objetivo principal
do que eu me propus a fazer
era entrar no mar como um casal,
não sair pra nadar com você.


(Júlio B.)
www.000webhost.com