Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Exterminador

Você preparou uma armadilha
na qual eu queria cair,
você me fisgou com uma isca
que eu queria morder,
você acertou sua flecha
de singularidade
bem no meio do meu peito
cansado de amenidades.

E que ataque certeiro!
Rápido e rasteiro,
não senti nem o cheiro,
me paralisou por inteiro
e me deixou à mercê
do que você quisesse fazer.
Eu poderia me defender,
mas eu deixei acontecer.


(Júlio B.)
www.000webhost.com