Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Apatia

Acordo morto.
Os que carregam o meu cadáver
não sabem do entorpecimento que me levou a isso.
Os que derramam por mim lágrimas
não lembram da minha apatia nestes dias vazios.
E sigo indiferente em meu velório.
Eu sei que eu poderia abrir os olhos,
eu sei que eu poderia me levantar
e ir em busca de um desejo qualquer.
Eu sei, mas não vou.
Continuo morto até a hora de dormir.
Nos sonhos, eu vivo um pouco,
mas novamente acordo morto.


(Júlio B.)
www.000webhost.com