Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Onde Quer Que Eu Coloque Os Meus Versos

Invento diálogos nas ruas,
já os inventava nos jardins,
até de infância.
Sofro pelas personagens que se vão,
faço nascer um novo amor numa nova esquina
e fugimos juntos pra bem longe.

Onde quer que eu coloque os meus versos,
é lá que está a minha poesia.

Eu segui sozinho rumo ao sul
pra desafiar as bases da minha formação,
pra testar o máximo do que eu poderia ir,
de solidão e de loucura,
e das tantas vidas que não se pode viver.

Eu segui sozinho rumo ao norte
pra atear fogo ao Tâmisa.
Depois eu voltei pra casa
cantando refrãos que eu mesmo fiz
enquanto esperava os carros nos semáforos.

Eu me escondi em peles
e me revelei em palavras.
Sofri e amei em poemas,
eu me senti pleno em ideias.
Eu me libertei na criação de outros universos.

Há sempre algo de mim
onde quer que eu coloque os meus versos.


(Júlio B.)
www.000webhost.com