Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Naturalmente

Eu me perdi naturalmente
no azul de um outdoor
do topo de um arranha-céu,
entre uma nuvem e um avião
que não levou com ele
o meu pesar.

Eu me perdi no horizonte
no qual o dia se afogou
no mar de avenidas e faróis
e placas de contramão
que não sinalizam
o meu pesar.

Eu me perdi no meu semblante
naturalmente otimista
de quem busca se encontrar,
de quem se arrisca o tempo todo
e não sabe a hora
de parar.

Eu tentei agir naturalmente,
mas não consegui evitar:
eu desatei, na hora, a rir,
já não tinha lágrimas pra chorar.

Naturalmente,
toda estrela está assaz alta no céu
pra discernir os risos e as lágrimas dos homens.


(Júlio B.)
www.000webhost.com