Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Ano-Luz

O calor nasce de um astro de perfeitas formas
e queima por dentro sufocando sensações mornas,
viaja no vácuo lascivo e sobe direto do peito,
vem à toda velocidade, nem deixa pensar direito.

É uma beleza galáctica que escorre do alto,
que ofusca os olhos se são tomados de assalto,
que encobre a rudeza do traço em belo enlace,
que delineia delicadamente a harmonia da face.

Quando chega bem perto, o resto já não importa,
o tempo se dilata e o meu universo se entorta.
É uma leveza que transforma tudo só de olhar,
que o peso desses dias vazios não podem alcançar.


(Júlio B.)
www.000webhost.com