Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Atirei No Romantismo

Atirei no romantismo meu,
mas que fraco eu sou!
Ele não morreu...
Uma xícara de desilusão,
veneno,
veneno,
veneno que eu tomei
em vão.


(Júlio B.)
www.000webhost.com