Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Olho Seco

O sono a portas trancadas,
os deslizes que ninguém vê.
As soluções bem inventadas,
os poemas que ninguém lê.

As brechas pra dar vazão
aos anseios não contemplados,
à rigidez de um mundo cão,
de moldes demais apertados.

A privacidade nas fossas,
a vida por acontecer.
O cuidado às vistas grossas,
o fogo no olho que vê.


(Júlio B.)
www.000webhost.com