Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Contraindicação

Quando a poeira abaixar,
quando a neblina se dissipar,
quando a fumaça sumir no ar,
quando a água secar,
ah, a verdade virá!
Sim, ela virá
com toda a crueza
de qualquer natureza
de feiura e de beleza.
Quando as cartas estiverem à mesa,
você não será comido nem com colher de sobremesa.


(Júlio B.)
www.000webhost.com