Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Alegro

Os mil dedos mágicos,
os mil segredos tácitos...
Largo a pose ralentando,
ouço a verdade ao piano
que o meu desejo acorda
na beleza de cada nota.

Os mil desejos enjaulados,
os mil dedos excitados...
Alegro-me pela revelação,
vejo no palco inspiração:
técnica, forma e conteúdo,
e, assumo, eu quero tudo.

Os mil dedos ágeis,
os mil sonhos cálidos...
Presto atenção no contraste
de fazer da alegria a haste
da tristeza que ela mesma zela
e, por isso mesmo, a mais bela.


(Júlio B.)
www.000webhost.com