Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


o Gongar do Gongo

A gafe da gaiola, garboso amigo,
é a gula dos que grunhem de fora.
A garganta dos engaiolados gorjea
pelas migalhas que ganham de esmola,
pelos respingos das gotas da garoa
que a ganância da grade não degola,
Mas os goles carregam mágoa amarga
contra o gatilho que os explora.
Os engaiolados aguardam uma guinada,
uma guerra, uma greve, sem demora,
para largarem do subjugo de agora,
uma greta para fuga, para galgarem
à galope o longo golpe de ir embora.


(Júlio B.)
www.000webhost.com