Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Encaminho

O horizonte é belo, eu é que nem sempre o olho.
Lembro, lembro sim.
Era fazendo o máximo possível em cada dia,
era dando sempre vazão ao coração.
O acerto, dizem, foi por acaso, mas eu chamo de insistência.
É, eu lembro de tudo o que eu ainda quero.
E encaminho.
Porque preciso.
Ou isso ou desisto.


(Júlio B.)
www.000webhost.com