Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Massagem Cardíaca

Eu cavei sem querer o meu túmulo
e quase me enterrei sem perceber.
Nem reparei que as flores que eu colhia
quase foram pro meu próprio funeral.
Acordei e ainda estava aqui,
contando as horas pra ir embora,
na esperança de alguém chegar.
Esperando novembro passar.
Mas não estou certo se será diferente numa outra estação.
Troco a sintonia, mas é o mesmo coração que dita a frequência
na ausência de um impulso de vida que me traga taquicardias,
alegrias...
E o que mais eu precisar.
Percebo agora: acho que é a hora
de levantar da cova e me mandar.


(Júlio B.)
www.000webhost.com