Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim Traduzir Poema      


Antártida

O que mais dói é ver e nem sequer poder tocar,
é tanto desejar sem consumar,
é a distância entre sonhar e acordar,
é o mar, é o mar
que me faz de ilha
a milhas de qualquer lugar,
que me deixa na pilha
e não me permite nadar.

São as milhas, são as milhas
que me assistem congelar sempre no mesmo lugar.

O que destrói é perder sem sequer poder tentar,
saber que está lá e que não dá pra alcançar,
a diferença entre uma chance e um engano,
são os anos, são os anos
que eu tenho passado só em branco,
que eu tenho passado só vontade,
que eu tenho passado só.


(Júlio B.)
www.000webhost.com