Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Depois Das Horas

Os dias agora são pílulas desgastantes
que tenho de engolir lentamente
até que cheguem as noites.

E nem sempre consigo vencer o cansaço.
Por vezes, apenas abraço o sono.
O que me é de todo modo tão frustrante,
porque o que me resta de vida
fica pra parte mais capitalista de tudo o que faço.

Queria esticar as horas,
principalmente as que gasto comigo mesmo,
ou com as coisas que gosto,
ou com as pessoas por quem me interesso.

Mas o que encontro é só cansaço,
dias cada vez mais inúteis,
noites mais curtas.
É sempre assim, já nem me surpreendo.

Mas, às vezes, acordamos diferentes, não é?
Quem sabe não será tudo diferente amanhã?


(Júlio B.)
www.000webhost.com