Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Avenida 24

Veio num sonho,
trotando a galope,
no frio dos trópicos:
um tempo de utópicos.

Passou como raio,
deixou sulcos no asfalto,
furou o semáforo,
jogou tudo pro alto.

Conseguiu chegar na hora,
cumpriu limites e metas,
mas houve tantas frestas
nas quais não pôde entrar.

Quisera ter tido mais tempo...
Mas tempo é sempre tão pouco!
Quando conseguiu pisar no freio,
era chegado o fim do caminho.


(Júlio B.)
www.000webhost.com