Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Pra Seguir Adiante Livre

Confesso não estar feliz.
Confesso que nem tudo que tive eu quis.
Confesso não ser tão dono do meu nariz.
Confesso que nem sempre fui livre.
Confesso que o que mais quis eu nem tive.
Confesso passar mais vontades do que gozar.
Confesso a inveja e o medo no olhar.
Confesso abafar a insegurança sempre que dá.
Confesso a amargura por envelhecer.
Confesso todo o medo que já tive de morrer.
Confesso o egoísmo, o cinismo, o sadismo.
Confesso a preguiça, o comodismo.
Confesso também não estar afoito.
Confesso pensar muito em conforto.
Confesso minha vaidade, arrogância e frustração.
Confesso, por fim, a solidão.

E admito que a culpa pode, sim, ser minha.
Só a partir daí sinto que também pode não ser.


(Júlio B.)
www.000webhost.com