Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Autódromo Internacional

Rápido, pernas!
Mais rápido!
Merda.
E agora?

Tem um dinheiro aí, cara?
Fica quieto!
Não tem mais nada aí?
Fica quieto senão eu corto o seu pescoço.

Será que cortaria mesmo?
Parece tão ridículo daqui.
Não quero pagar pra ver... o preço seria alto demais.
Melhor não rir.

Abaixa essas mãos.
Vamos andando, vamos tomar um café.
Pronto, os homens já passaram.
Como abre aqui pra pegar as moedas?


(Júlio B.)
www.000webhost.com