Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Suposta Precisão

Uma festa também chamada bolo,
duas festas e um fantasma.
Não podia terminar bem.
E não terminou bem.

A sensação de impotência chega a irritar.
E, no calor da raiva, eu até concordaria com os burgueses.
Senti em mim o ímpeto extremista social.
Obedecer era a única coisa a se fazer.

Não houve amor, não houve compaixão.
Acreditar na bondade das pessoas é apontar uma arma pra própria cabeça.
O pior é que tenho a utopia de ver o lado bom, e então acredito.
É que tenho andado tão sozinho.

O prejuízo nem foi tão grande.
O final foi frio e solitário, como sempre.
Mas ficou o trauma e a sensação de ser essa uma estação perigosa.
A humanidade morreu um pouco em mim.


(Júlio B.)
www.000webhost.com