Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


Espiral

Movimentos matematicamente intuídos.
Repetitivos.
Círculos progressivos.
É então que caminhar em círculos não leva ao mesmo lugar.
Posso ir adiante por esse caminho, eu sinto.
Pra chuva, guarda-chuva e não clausura.
Agora está escrito no tempo.
Estou impresso no tátil.
De novo matemático.
Um teórico aos sonhos e não aos prantos.
E sentimental.
E até existe agora uma pessoa em especial.
Eu escolhi tentar do velho modo, espiral.


(Júlio B.)
www.000webhost.com