Início | Versos | Prosas | Músicas | Sobre Mim


A Estrada

O amor é um lago.
E eu, que me acho um dos dez caras mais passionais do mundo,
não me atiraria em lago algum.
Águas barrentas, porém limpas.
Mesmo assim não entraria.
E o que isso quer dizer?
Se estou na estrada, é pra seguir.
E sigo.
Só a minha sombra comigo.
Solidão nunca foi uma escolha minha,
mas um oposto magnético que não desgruda de mim.

O amor é um lago.
E eu me abaixo,
escolho a pedrinha mais apropriada
e a atiro na água, paralelamente à superfície,
na intenção de que ela quique o maior número de vezes possível.
Não consigo ser mais triste do que a situação realmente me faz ser.
Nem consigo não me encher de esperanças ao menor dos sinais...
Sou e gosto e me apaixono facilmente.


Esse é o meu modo, minha amadurecida ingenuidade passional.
No fim de qualquer estrada, no fundo de qualquer lago,
há sempre um outro caminho, nem que seja a volta,
ou um que ninguém viu, ou mesmo o óbvio.
Então sigo em direção a


(Júlio B.)
www.000webhost.com